O antes e depois do julgamento do ex-presidente Lula

Na quarta-feira (24/1), TRF-4 decide se absolve ou mantém condenação do petista. Metrópoles explica acusações e implicações do julgamento

A semana que se inicia neste domingo (21/1) vai marcar um momento crucial na história política brasileira. Na próxima quarta-feira (24), o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre (RS), decide se absolve ou mantém condenação de 9 anos e 6 meses de reclusão contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

Lula, o primeiro ex-presidente condenado por corrupção na história do Brasil, é acusado de beneficiar a construtora OAS em contratos com a Petrobras. Em troca, o petista teria recebido um apartamento triplex no Guarujá (SP), além de benfeitorias no imóvel e o pagamento de um depósito para o armazenamento de parte do acervo pessoal do ex-presidente. Segundo o Ministério Público Federal (MPF), o valor indevido recebido por Lula chegou a R$ 3.738.738,07.

 

A defesa do petista nega todas as acusações. Segundo os advogados de Lula, o triplex é de propriedade da OAS desde 2009 e, apesar de ter sido oferecido ao réu pelo ex-presidente da construtora, Léo Pinheiro, o apartamento não foi adquirido pela família de Lula. Em primeira instância, o juiz Sérgio Moro acatou o entendimento do Ministério Público. Resta saber o que acharão os desembargadores da 8ª Turma do TRF-4.

Independentemente do resultado, é certo que o julgamento terá papel importante na definição do cenário político nacional. Para tirar todas as suas dúvidas sobre as acusações contra o ex-presidente Lula e as implicações do julgamento desta semana – já chamado de Julgamento do Ano –, o Metrópoles preparou um vídeo que traz respostas aos principais questionamentos sobre o caso.

Confira:

 

Fonte: METRÓPOLES – Foto: MICHAEL MELO/METRÓPOLES

Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: