Vídeo mostra implosão de prédio que desabou parcialmente e matou homem

 

Para prevenir eventuais riscos, 85 casas e um edifício que ficam na região de Vicente Pires foram desocupados neste domingo (5/8)

Quase 10 meses após um desabamento que causou a morte de um homem, a Subsecretaria do Sistema de Defesa Civil implodiu, neste domingo (5/8), o edifício de cinco andares localizado no Lote 2A, da Chácara 149, em Vicente Pires. Para prevenir eventuais riscos, 85 casas e um prédio que ficam perto do local foram  desocupados. A estrutura virou pó, pedra e ferro retorcido em poucos segundos.

Os moradores foram notificados pela empresa responsável pela detonação. Órgãos do Governo do Distrito Federal dão suporte à ação, que está sendo custeada pelo proprietário do terreno. Em outubro de 2017, a Defesa Civil determinou a demolição do prédio.

Foram usados 25 quilos de dinamite e 117 agentes de segurança pública participam da operação. Antes da explosão, sirenes foram tocadas por três vezes. O prédio veio abaixo em poucos segundos. Uma enorme nuvem de poeira cobriu toda a região próxima à Colônia Agrícola Samambaia.

As vias internas de Vicente Pires, em um raio de 200 metros, foram fechadas pelo Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran/DF). Entre as interdições, está a primeira entrada do Taguaparque, próxima a lanchonetes, e o acesso pela Colônia Agrícola Samambaia, perto do Subway.

Ainda foi fechada a Rua da Misericórdia, na Chácara 146, Lote 1, da Colônia Agrícola Samambaia, em frente à estação de Furnas. A circulação de veículos será proibida nas pistas, das 8h às 12h. A energia elétrica de quem mora próximo ao prédio será desligada pela Companhia Energética de Brasília (CEB), como medida de segurança, e será restabelecida logo após a implosão.

 

O acidente
Em 20 de outubro, o corpo do técnico em edificações Agmar Silva, 55 anos, foi resgatado por bombeiros sob os escombros do prédio. O profissional fazia uma visita técnica quando foi atingido pelo desabamento de parte da estrutura.

O edifício, composto por dois segmentos geminados, de seis andares cada, ruiu na parte de trás e deixou escombros somente dentro do terreno da construção, não atingindo de forma direta as casas vizinhas.

 

Fonte: Metrópoles

Foto: Daniel Ferreira/Metrópoles

 

Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: