Prati-Donaduzzi quer reencontrar caminho do pódio em Goiânia

A equipe Prati-Donaduzzi trabalha forte para começar a transformar em resultados o bom desempenho apresentado pelo menos em parte das primeiras etapas de 2019. Julio Campos, por exemplo, chegou a liderar a corrida mais recente, disputada no VeloCittà, em Mogi Guaçu (SP), mas sofreu uma quebra em função de toques e batidas em disputas por posição.

Com bom histórico no autódromo de Goiânia (GO), onde será disputada a terceira etapa neste domingo, 19, a equipe espera dar a volta por cima e retomar os pontos perdidos.

“Temos de correr atrás do prejuízo. Meu objetivo é voltar a figurar no top 5. Mudamos o que não funcionou no acerto nos carros e estou otimista, acho que seremos rápidos em Goiânia. Queremos estar sempre entre os maiores pontuadores de cada etapa, como fizemos muito bem no ano passado”, comenta o chefe de equipe Rodolpho Mattheis.

Diferentemente do que ocorreu na etapa passada, em Goiânia haverá treinos livres já na sexta-feira, 17, o que melhora as condições de trabalho das equipes na busca pelo ajuste ideal. O piloto Julio Campos – que se viu perto do pódio na última prova, mas não tinha o rendimento desejado pra se sustentar na ponta – segue firme para a próxima corrida.

“Goiânia é uma pista que eu gosto bastante. É a nossa chance de mostrar a nossa força e nos recuperar dessas duas primeiras etapas. Foi um começo de temporada fora do que a gente esperava. O Velopark foi uma corrida confusa e, no VeloCiità, não achamos o acerto ideal pro carro. Agora temos de colocar as atualizações que foram feitas pra 2019 para funcionar. Temos de voltar ao pódio para essa recuperação começar já”, afirma o piloto paranaense.

Julio já teve um pódio em Goiânia, alcançado em 2014.

Valdeno Brito, piloto paraibano que chegou este ano à equipe Prati-Donaduzzi, também vê em Goiânia a oportunidade de recuperação. “Marquei meus primeiros pontos da temporada no VeloCittà, então continuo buscando melhorar cada vez mais. Espero em Goiânia buscar novamente o pódio e pontuar cada vez melhor”, declara Valdeno.

O histórico dele conta com dois pódios nesta pista, ambos em 2016.

Julio Campos busca recuperar pontos em Goiânia. Foto: Rodrigo Guimarães.

Sobre a Prati-Donaduzzi

A Prati-Donaduzzi, indústria farmacêutica 100% nacional é especializada no desenvolvimento e produção de medicamentos genéricos. Com sede em Toledo, oeste do Paraná, produz, aproximadamente 11,5 bilhões de doses terapêuticas por ano e gera mais 4,2 mil empregos. A indústria possui um dos maiores portfólios de medicamentos genéricos do Brasil e pretende incrementar em 15% seu faturamento e capacidade produtiva em 2019.

Fonte: Tabloid Comunicação – Foto: Rodrigo Guimarães

Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: