Prêmio Espantaxim foi finalista do Prêmio IPL 2018, promovido pelo Instituto Pró-Livro

 

Projeto idealizado pela autora e escritora Dulce Auriemo ficou entre os 10 finalistas na categoria Cadeia Produtiva e recebeu o Selo IPL, do Instituto Pró-Livro

O Prêmio Espantaxim – Concurso Nacional Literário Infantil – foi um dos finalistas da terceira edição do Prêmio IPL – Retratos da Literatura, organizado pelo Instituto Pró-Livro (IPL). O IPL é uma fundação conjunta da Abrelivros (Associação Brasileira de Editores de Livros), do CBL (Câmara Brasileira do Livro) e do SNEL (Sindicato Nacional dos Editores de Livros), com o objetivo comum de promover iniciativas que estimulem o hábito da leitura e o acesso aos livros.

Idealizado pela autora e escritora Dulce Auriemo com o objetivo de despertar o interesse das crianças pelo universo da leitura e escrita, o Prêmio Espantaxim concorreu ao Prêmio IPL na categoria Cadeia Produtiva. Por estar entre os 10 finalistas, o Concurso Nacional Literário Infantil foi contemplado com o Selo IPL, que é um reconhecimento às iniciativas que colaboram para promover a prática da leitura no Brasil.

Para Dulce, estar entre os finalistas foi uma honra. “O Prêmio IPL estimula projetos de fomento à leitura em todo o país. É maravilhoso participar e fazer parte dessa rede de iniciativas que veem o livro como algo primordial para o desenvolvimento da educação e formação intelectual de crianças, jovens e adultos”, afirma. O Prêmio Espantaxim está em sua quinta edição e é lançado a cada dois anos. É direcionado às crianças e jovens de todo o País, que escrevem sobre um novo tema relevante para o seu enriquecimento intelectual ou escolhido de acordo com a realidade vivenciada no ano em que o concurso é lançado.

Em 2018, o tema escolhido para o Prêmio Espantaxim foi: ““Futuro – Visão para um Mundo Melhor: Você embarcou em uma incrível máquina do tempo e chegou em 2050”! As crianças foram convidadas a escrever sobre o futuro considerando os impactos dos diversos avanços tecnológicos presentes no dia a dia. Os participantes desenvolveram seus textos em três categorias: redação, poesia e mensagem.

O Prêmio Espantaxim não possui fins lucrativos. A participação das crianças é sempre gratuita e também mobiliza professores e escolas de todo o Brasil. O concurso se destaca ainda por reunir os textos premiados em um livro especialmente preparado para essa finalidade, a Antologia, que chega à sua quinta edição. Ou seja: além de escrever, as crianças têm a oportunidade de ver as suas obras publicadas.

Na edição de 2018, o Prêmio Espantaxim recebeu 3.393 textos, escritos por crianças de 7 a 12 anos, estudantes de 48 escolas (públicas e privadas), de 96 cidades e 14 Estados brasileiros.

 

Fonte: R&F Comunicação Corporativa – São Paulo/SP

Foto: Divulgação

 

Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: