Servidor da CLDF com meningite está em coma induzido, diz família

 

Confirmação da doença ocorreu nesta segunda-feira (12/3). Chefe do Cerimonial da Casa está internado na UTI do Hospital Brasília

O chefe do Cerimonial da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), Carlos Antônio Vieira Júnior, diagnosticado com meningite nesta segunda-feira (12/3), está em coma induzido, segundo a família do paciente. Filha do servidor, Marissa Reisman contou ao Metrópoles que, apesar do quadro clínico, o estado de saúde é considerado estável. Ele está internado na unidade de terapia intensiva (UTI) do Hospital Brasília.

Os sintomas, segundo Marissa, começaram na sexta-feira (9). “Ele teve muita febre – nós pensamos que era uma gripe forte –, calafrios, dor no corpo e de cabeça. Dei bastante vitaminas e um remédio para baixar a febre. Sábado, por volta do almoço, acionamos uma ambulância pelo fato de ele começar a passar muito mal mesmo”, conta.

À frente do Cerimonial da Casa há pelo menos 10 anos, Carlinhos, como é conhecido entre os amigos e colegas, é sempre lembrado pela forma cordial como trata as outras pessoas. Na CLDF, já recebeu autoridades de diversos países, como China, Israel e Estados Unidos.

A meningite meningocócica é uma infecção bacteriana agudaA doença provoca confusão mental, dor de cabeça, pescoço rígido e sonolência.

Joe Valle passa mal e faz exames
Um dos contatos mais próximos de Carlinhos na CLDF é com o presidente da Casa, Joe Valle (PDT). Nesta madrugada, o deputado apresentou alguns sintomas semelhantes aos sentidos pelo servidor.

Em razão disso, o pedetista foi examinado, na tarde desta segunda-feira (12/3), pela médica da Casa, que lhe recomendou fazer um hemograma completo imediatamente. Até a última atualização desta reportagem, Joe ainda aguardava os resultados.

O serviço médico e a presidência da CLDF ficaram lotados de servidores que, preocupados com a incubação da doença, cobravam providências da instituição. O último evento em que o chefe do Cerimonial participou foi o de lançamento das candidaturas de Ciro Gomes (PDT), à Presidência da República, e de Joe Valle, ao Governo do Distrito Federal. O ato ocorreu na noite da última quinta-feira (8).

Trinta notificados
Notificada na manhã desta segunda-feira sobre o caso – tratado até então como suspeita de meningite –, a Secretaria de Saúde identificou 30 pessoas que tiveram contato mais próximo com o paciente nos últimos dias, segundo a diretora de Vigilância Epidemiológica, Maria Beatriz Ruy.

Desse grupo, 26 pessoas foram atendidas e receberam quimioprofilaxia, medicação indicada para reduzir o risco de desenvolver a infecção, de acordo com a gestora. O antibiótico é prescrito para ser tomado durante dois dias. Mais quatro pessoas devem receber a orientação da pasta na terça-feira (13).

“São as pessoas que residem na mesma casa, cônjuge e as que conviveram mais de quatro horas diárias [com o infectado] nos últimos cinco dias, a contar de quando ele começou a ter sintomas”, esclarece Maria Beatriz Ruy. Além de receber a medicação, os possíveis contactantes recebem orientação de procurar o serviço de saúde para avaliar a situação, caso manifestem os sintomas após período de até 10 dias após o contato com o paciente.

“Os sintomas são: dor de cabeça, febre, náuseas, vômitos, prostração, confusão mental, rigidez de nuca. Uma das coisas clássicas da meningite, quando realmente se tem, é essa rigidez de nuca” Maria Beatriz Ruy, diretora de Vigilância Epidemiológica

 

Confirmações
De janeiro deste ano até esta segunda (12/3), a Secretaria de Saúde registrou dois casos confirmados de meningite, sem contar o de Carlos. Os pacientes se recuperaram da doença. Em 2017, foram registrados 24 casos – cinco evoluíram para óbito.

 

Fonte: Metrópoles

Foto: Facebook/Reprodução

 

Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: